Promotor é preso suspeito de matar a esposa

O promotor André Luís Garcia foi preso no domingo (4) suspeito de matar a esposa Lorenza Maria Silva de Pinho, de 41 anos, na sexta-feira (2), em Belo Horizonte (MG). O apartamento do casal também foi alvo de buscas. A Polícia Civil investiga o caso.

Lorenza tinha cinco filhos e era casada com André. O corpo da mulher passou por exames de necropsia no Instituto Médico-Legal (IML). O laudo com a causa da morte da vítima deve ficar pronto em 30 dias.

A Polícia Civil informou que as apurações são feitas em conjunto com o Ministério Público. O advogado de defesa do promotor, Robson Lucas, afirmou que seu trabalho será pautado no que dirão os laudos do IML. “O que estamos questionando é que não há prova pericial que comprova a existência de um crime. Então estamos aguardando a conclusão e disponibilidade do laudo e do exame toxicológico feitos pelo IML para avaliar quais serão as providências de defesa”, disse Robson ao Uol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *