Polícia Civil do Estado do Maranhão cumpriu mandando de busca e apreensão na capital

A Polícia Civil do Estado do Maranhão, através da Superintendência Estadual de Investigações Criminais – SEIC (Departamento de Combate a Crimes Tecnológicos DCCT), cumpriu ontem (27), dois mandados de busca e apreensão em um Condomínio situado no bairro Turu, nesta cidade, nos apartamentos de dois suspeitos de estarem praticando fraude financeira em uma conceituada escola particular na capital maranhense.O DCCT iniciou as investigações há alguns meses com finalidade de apurar e identificar fraudadores de boletos de pagamentos de mensalidades de alunos da instituição. O modus operandi funcionava da seguinte forma: o fraudado entrava em contato com pais de alunos que pagavam as mensalidades através de boletos bancários, oferecia o “serviço” com um preço abaixo do real da mensalidade, e posteriormente invadia o sistema de pagamentos da escola e dava baixo nos boletos.

Na residência do investigado, que é funcionário da escola e principal investigado da prática delituosa em questão, diversos objetos eletroeletrônicos foram apreendidos, assim como aparelhos de celulares e modens de internet. Avalia-se até agora que pelo menos há dois anos o mesmo já estava realizando esta modalidade criminosa na escola a qual atualmente gira em torno de 95.000,00 reais de prejuízo para a instituição de ensino.

As investigações seguem para identificar se o acusado realizava o delito financeiro com participação de mais pessoas ou sozinho, e após análise e perícia de todo material apreendido, o procedimento policial será arremetido para a Central de Inquéritos, na pessoa do Juiz Dr. Francisco Ferreira de Lima, da Central de Inquéritos e Custodia da Comarca da ilha de São Luís, responsável pela expedição dos referidos mandados.

Prefeita de Matinha tem duas contas reprovadas e pode ficar inelegível

 

Por vários casos de irregularidades, a prefeita de Matinha, Linelda Nunes Cunha, teve sua segunda prestação de contas reprovada pelo Tribunal de Contas do Estado do Maranhão. Por essa razão, pode ficar inelegível, considerando que saiu uma recente do TCU que aponta os impedidos para este pleito de 2020, podendo sofrer alterações com a exclusão ou entrada de novos ficha suja.

De acordo com o relator do processo Conselheiro Álvaro Ferreira, houve omissão nas transações nos registros contábeis, além de aplicação de práticas contábeis indevidas e deixou de apresentar à Câmara Municipal a proposta orçamentária, bem como a omissão ou negligência na defesa de bens, rendas, direitos ou interesses do município.

A prefeita excedeu o limite estabelecido para a despesa com pessoal do Executivo Municipal. Essa foi mais uma das razões para que o Ministério Público de Contas reprovasse as contas de Linelda Nunes Cunha fossem reprovadas. Além disso, ela também ainda protagoniza varias outras ações de improbidade administrativa em sua gestão que já são conhecidas da população; com essas atitudes a gestora poderá sofrer penalização mais severas, nas esferas dos órgãos de justiça.

CÂMARA  DE VEREADORES:

 

Vereador Carlinho-Aires

(Após saber da decisão do TCU) um vereador do município de Matinha na baixada maranhense por nome de Carlos Alberto Aires Silva disse através de áudio que circula em grupos de whtsapp  deixando bem claro que é á favor da então gestora sentenciada; Carlinhos como é chamado no município ressaltou que “Companheiros aqui quem fala é o vereador Carlinhos Aires, em relação ás prestações de contas da prefeita eles esqueceram que quem julga prestação de prefeito é a Câmara de vereadores do município, e todos nossos companheiros podem ter certeza que a prefeito tem oitos vereadores homens e mulheres responsáveis, e estamos juntos quem vai julgar somos nós, e não se preocupem não vai dá em nada” disse vereador Carlinhos

Violência Cresce em São Luis e motorista de ônibus é morte

 

São Luis- Um crime foi competidos pelos assaltantes de coletivos na grande capital maranhense ontem a noite de sábado (19) próximo ao elevado da cohama na avenida Jerônimo de Albuquerque, na ocasião segunda testemunhas os meliante deram voz de parada para o motorista, mas ele se negou á parar com isso eles pularam a catraca e efetuaram dois tiros em sua cabeça.

Logo- em seguida os sindicatos dos rodoviários anunciou uma paralisação geral em protesto a morte do motorista, polícia segue em perseguição aos bandidos mas até agora ainda não obtiveram sua prisões.

Senado volta a ter atividades presenciais depois de seis meses

 

O Senado terá deliberações presenciais pela primeira vez desde o mês de março, quando todas as sessões passaram a ser remotas. Esta semana, as comissões de Constituição e Justiça (CCJ) e Relações Exteriores (CRE) vão sabatinar e votar nomes indicados para cargos em tribunais e embaixadas, e em seguida o Plenário tomará as decisões finais.

A última atividade presencial dentro do Senado aconteceu no dia 17 de março. Foi uma reunião da comissão mista que analisava a medida provisória (MP) 905/2019, que estabelecia uma nova modalidade de contrato de trabalho. Na ocasião, os parlamentares aprovaram o parecer da comissão a favor da proposta.

Nesta segunda-feira (21), a CRE vai realizar 34 sabatinas com diplomatas indicados para representações brasileiras em países estrangeiros e agências internacionais. Já há 32 indicações na pauta, e o presidente da comissão, senador Nelsinho Trad (PSD-MS), informou que mais duas devem ser incluídas na lista.

Na terça-feira (22) será a vez de a CCJ se reunir, para ouvir três indicados para o Superior Tribunal Militar (STM) e uma indicada para o Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Após passarem por essas comissões, as indicações devem chegar ao Plenário do Senado para serem confirmadas, já a partir da terça-feira, e a votação deve se estender até quinta-feira (24). Encerrando a semana, na sexta-feira (25), os senadores participarão de uma sessão de debates sobre os desafios econômicos, sociais e ambientais do Brasil para o período pós-pandemia.

Medidas de segurança

As sabatinas na CRE e na CCJ serão realizadas por videoconferência, mas as votações dos nomes serão presenciais porque o regimento exige deliberação secreta nesses casos, algo que o sistema remoto do Senado não permite. Para viabilizar os trabalhos, a Comissão Diretora organizou um esquema de votação em totens eletrônicos espalhados pelo prédio. Dois deles funcionarão em formato drive-thru, no qual os parlamentares poderão votar de dentro do carro.

Também há regras específicas para acesso aos plenários e outros espaços físicos, funcionamento de restaurantes e lanchonetes e operação de postos do Serviço Médico do Senado. As medidas visam impedir aglomerações e diminuir os riscos de saúde para senadores e servidores. Ainda está vigente o ato da Presidência do Senado que restringiu o acesso e a circulação nas dependências da Casa.

Fonte: Agência Senado

Aumento real do mínimo pode gerar milhões de desempregados’, diz ministro da Economia

 

O Brasil passa por uma grave crise de desemprego, intensificada com a crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus, o que impede o governo de, ao menos no curto prazo, cogitar a adoção de uma política de reajustes reais ao salário mínimo. Este foi o argumento do ministro da Economia, Paulo Guedes, para justificar a proposta de Orçamento de 2021, que concede um reajuste de R$ 22 ao salário mínimo, equivalente a uma correção salarial de 2,1% (a projeção oficial da inflação para 2020), elevando seu valor para R$ 1.067 no ano que vem. A senadora Zenaide Maia (Pros-RN) cobrou uma explicação durante a audiência da comissão do  Congresso Nacional, nesta terça-feira (1º), que fiscaliza as ações governamentais durante a pandemia.

A pandemia causa um efeito devastador no emprego. Então hoje, se concedermos um aumento real no mínimo, talvez milhões de pessoas sejam demitidas. Estamos no meio de uma crise de emprego terrível, todo mundo desempregado. Se dermos este aumento, estaremos condenando as pessoas ao desemprego. Então é preciso cuidado. Estamos atentos a esta política, mas o poder público precisa ser cuidadoso ao momento certo em que poderá conceder reajustes reais — disse Guedes.

Guedes também confirmou que deve enviar ao Congresso, em breve, o projeto que cria um imposto sobre transações digitais no Brasil, como um dos complementos à reforma tributária (PL 3.887/2020) já encaminhada. O ministro avalia que agora há uma “concertação política e um clima político melhor” para o aprofundamento destas negociações, por isso a opção em fatiar o envio da reforma.

A proposta da reforma tributária já está praticamente pronta. Então por que não enviamos antes? Porque houveram muitas declarações interessantes… Se anuncio que é preciso criar um imposto digital, e então o presidente da Câmara diz que isto não será examinado, como é que eu vou enviar o texto? Mas agora parece que as coisas estão mais calmas, e o imposto poderá ser examinado. O Executivo tem seus impostos, tem o direito de fazer

O ministro disse que tem participado com sua equipe de reuniões de trabalho com os secretários estaduais de Fazenda em busca de um consenso em torno da reforma tributária. Mas manifestou oposição à criação de um fundo de transição para estados e municípios, bancado pela União, que pelos seus cálculos exigiria ao menos R$ 100 bilhões de novas transferências para os entes federados.

Trabalho pelo acordo, mas não por um acordo em que um comitê gestor imporia à União um fundo que, nos próximos 10 anos, pode desestabilizar as finanças do país. Espera um pouco, isso não existe, não temos condição de fazer.

Diversos parlamentares ainda questionaram Guedes sobre as propostas de desoneração da folha de pagamento no âmbito da reforma tributária. O ministro disse que o governo está empenhado nesta diretriz, para ele “a melhor política visando a geração de empregos em massa”.

Estamos juntos neste objetivo da desoneração, porque realmente deve ser acessível gerar emprego, não pode ser um custo… Não pode um trabalhador brasileiro custar dois. Hoje temos 33 milhões na CLT e 38 milhões fora. Cada brasileiro que consegue um emprego a um salário mínimo, cerca de R$ 1 mil reais, custa R$ 2 mil para a empresa, quando você inclui tudo — declarou.

A senadora Katia Abreu (PP-TO) apresentou uma sugestão. Ela reconheceu que as discussões em torno da desoneração da folha não são fáceis: “Onde vamos encontrar mais de R$ 300 bilhões para suprir esta desoneração, que foi o valor arrecadado só em 2018?”. Como alternativa, a senadora defendeu a criação do chamado “imposto sobre o pecado”, com taxações mais duras, por exemplo, sobre cigarros e bebidas, junto com a taxação do carbono sobre o consumo da gasolina. Para ela, este novo imposto pode gerar imediatamente uma arrecadação de R$ 70 bilhões anuais para o governo.

Guedes defendeu uma reforma na gestão orçamentária brasileira. Ele chama sua proposta de “Orçamento 3D”, pois seria baseada em “desobrigar, desonerar e desindexar” a gestão das verbas, “devolvendo a definição da peça orçamentária para a classe política”. O ministro reclama que hoje o Orçamento é “extremamente engessado”, com quase a totalidade das destinações já definidas por lei. Para Guedes, o “Orçamento 3D” permitirá, por exemplo, que o programa Renda Brasil, que deve substituir o Bolsa Família a partir de 2021, “seja mais robusto e efetivo”.

Também em resposta aos parlamentares, o ministro garantiu que “deve haver ousadia” na definição de uma tributação sobre dividendos.

— Precisamos taxar a distribuição de dividendos, que hoje não pagam e que na verdade retiram recursos que podem gerar empregos, renda, crescimento econômico, inovações. A pessoa tira da empresa e leva pro consumo pessoal. Que tributemos isto e menos a empresa.

Por fim, o ministro afirmou que o governo está empenhado na redução expressiva do chamado “custo Brasil”, através da simplificação e redução da carga tributária sobre diversos setores ligados à infraestrutura. A redução do “custo Brasil” também deve vir de novas legislações para os setores de petróleo, gás, energia e cabotagem, informou.

Fonte: Agência Senado

Número de mortes violenta continuam ascendente em São Luis

 

Ontem a noite, sexta feira (28), mais uma vítima teve sua vida ceifada na região do Mercado Central da Capital Maranhense. A vítima foi identificada como Antônio que trabalhava em um salão cabeleireiro próximo ao mercado central:  as informações sidão sobre suposto ato de pistolagem que cominou em mais uma vítima da violência que cresceu neste período do pandemia em todo estado do Maranhão.

Segundo as informações preliminares o barbeiro estava atendendo um cliente quando foi atingindo por três disparos de arma de fogo á “queima roupa” de uma pessoa que se aproximou de seu local de trabalho, e após o ato o elemento saiu sem levar nada de pertence da vítima.   A polícia logo compareceu ao local do ocorrido e deferiu-se as primeiras buscas ao suspeito, mas ainda não se sabe as verdadeiras motivações que lavaram ao crime, e agora esse é mais um dos demais na Capital Maranhense vítima atos violentos.

TSE proíbe realização de lives eleitorais nas campanhas municipais

 

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) negou, por unanimidade, a realização de “livemícios” nas eleições municipais deste ano. A corte analisou hoje (28) uma consulta feita no início do mês pelo PSOL sobre a legalidade de lives eleitorais com artistas. O PSOL estuda a possibilidade de fazer um evento nesses moldes para a candidatura de Guilherme Boulos e Luíza Erundina  em São Paulo) nas-campanhas-municipais deste ano.

Araçagi: maquinas de cartão de crédito em poder de suspeitos foram apreendidas

 

Os três suspeitos de aplicarem golpes usando Maquininhas de cartão de crédito foram presos pela policia Militar, na tarde desta quinta-feira (20), no bairro Araçagi, em São José de Ribamar, Região Metropolitana de São Luis.

Segundo informações da polícia, em rondas na avenida Atlântica, no bairro Araçagi, os PMs avistaram em veiculo , modelo Ford Ka, de cor vermelha e placa PTT-9J75, com três homens interior com atitude suspeita. Durante abordagem, os os policiais realizaram  revista no interior

do carro e encontraram tres mini maquinas de cartão de crédito dentro e uma bolsa tipo estojo , logo os militares questionaram os suspeitos sobre a procedência das maquinas, mas, de inicio, não soubera explicar. Posteriormente, um dos suspeito contou que usava os equipamentos para realizar vendas de celulares.

Cadáver humano é encontrado em Imperatriz triturado em cova submersa

 

A polícia localizou, nesta quarta-feira (19), um achado cadavérico enterrado em uma cova rasa, na Vila Madermina, próximo  ao bairro planalto, em Imperatriz. As investigações apontam que o corpo trata-se de Hugo Leonardo Lima Morais, 14 que estava desaparecido desde janeiro.

localização de onde estava o corpo foi indicada por um homem, suspeito de participação em um grupo criminoso, O cadáver estava esquartejado, dentro de um saco, em uma cova rasa. os restos mortais forma removidos pelo Instituto médico Legal (IML), e lá o pai da vítima fez o reconhecimento do filho, O reconhecimento foi feito por meio das peças de roupas colocadas dentro de uma sacola de plástico encontrada próximo de onde o corpo foi enterrado.

De acordo com a polícia, o adolescente foi morto por enforcamento. Ele ele estava desaparecido deste (04), de janeiro deste ano, e deste i inicio, já havia informação de que menor teria sido morte. O caso segue sendo investigado pela Delegacia de homicídio e proteção á Pessoa (DHPP). Agora a polícia quer saber autoria e motivação do crime.

 

Incêndio em bairro do Calhau em em são Luis deixa população apreensiva

As primeiras informações são de internautas que visualizaram as primeiras chamas em um edifício no bairro de área nobre da grande capital maranhense

O incêndio foi agora noite desde dia (19),  o edifício fica localizado na Rua arajubas, no bairro do Calhau, mais informações são aguardadas por nós para melhor deixar você informado. aguardem